Parte Experimental

Para as análises utilizou-se um sistema portátil de Fluorescência de Raios X, constituído por um tubo de raios X da Amptek®, com filamento de Prata (voltagem 30 kV e corrente de 5 mA), e um detector Si-Drift também da Amptek®. Durante as medidas o sistema de XRF é posicionado bem próximo à obra sem tocá-la e nem causar nenhum tipo de dano.

Análises e Resultados

Os pigmentos utilizados na tintas foram caracterizados em relação aos elementos característicos (principais) identificados em cada cor característica em cada obra específica.

p1.jpg p4.jpg p3.jpg p2.jpg p6.jpg p5.jpg p7.jpg p9.jpg p8.jpg p10.jpg p11.jpg p12.jpg p14.jpg p13.jpg

Composição

Mário Sironi
Óleo sobre papel sobre tela
90,2 cm x 62,7cm

 

 

Pontos analisados por XRF:
clique no ponto desejado da imagem para ver o gráfico resultante desta análise.

Resumo de todos os pontos analisados:

Espectros Posição medida - detalhe
121002ac P1 - pigmento vermelho do peito
121002ad P2 - pigmento marrom próximo ao peito
121002ae P3 - pigmento bege do braço
121002af P4 - pigmento vermelho do pescoço
121002ag P5 - pigmento preto próximo ao pescoço
121002ah P6 - pigmento preto 
121002ai P7 - pigmento branco 
121002aj P8 - pigmento verde 
121002ak P9 - pigmento verde + branco + preto
121002al P10 - pigmento azul próximo ao cotovelo 
121002am P11 - pigmento azul próximo à coxa
121002an P12 - pigmento vermelho da perna parte inferior 
121002ao P13 - pigmento preto restauro no canto inferior 
121002ap P14 - pigmento branco sem verniz 




Análises por Fluorescência de Raios X Realizadas em Pinturas de Cavalete

As análises científicas realizadas por metodologias físicas e químicas em objetos de arte e do patrimônio cultural são de interesse para restauradores, conservadores, arqueólogos, historiadores, etc., pois permitem obter informações do processo de manufatura, os pigmentos utilizados, o estado de conservação, etc. Estas informações ajudam na avaliação de tratamentos para o processo de conservação e restauro, em alguns casos também fornece dados para identificação do período histórico e também podem auxiliar na identificação de falsificações.

As análises não destrutivas, onde não há retirada de amostras, são muitas vezes empregadas dado que estes objetos de arte e do patrimônio histórico cultural possuem valores inestimáveis.

No caso de analises de pinturas de cavalete as análises científicas permitem determinar a composição química dos elementos presentes nos diferentes pigmentos, e a identificação de possíveis retoques ou intervenções realizadas posteriormente.

Aqui são presentados os resultados obtidos de análises de Fluorescência de Raios X realizadas na obra "Composição", do pintor Mário Sironi, pertencente ao Museu de Arte Contemporânea MAC-USP.